Categorias: Europa

Islândia – Dicas

IMG_1001

IMG_0909

A Islândia foi o país mais incrível que visitei, fiquei emocionada com a beleza natural e sua diversidade, onde mais você encontra paisagens como: aurora boreal, vulcões, geleiras, gêiseres, praias de areia negra, cachoeiras belíssimas, lagos com aguas termais e além de tanta beleza em um lugar só, um povo respectivo e acolhedor.

Na Islândia, vivi alguns dos momentos mais especiais da minha vida, um destino excepcional, e não muito conhecido por brasileiros, quando programei minha viagem para o país, a maioria das pessoas faziam cara de espanto, mas o que você vai fazer lá? Até no aeroporto de Londres, me questionaram por que iriamos para um lugar tão frio, bom respondendo às perguntas, sim é muitooo frio, o vento é de congelar, mas com tanta beleza, você nem vai lembrar da temperatura, a Islândia é um lugar único e inesquecível.

A segunda maior ilha do continente, situada perto do Círculo Polar Ártico, ao norte da Europa, foi colonizada pelos Vikings, os exploradores nórdicos da época, no século IX d.C., foi colônia do Reino da Dinamarca e Noruega, o país passou por um período de reinado até 1944, quando conquistaram sua independência.

IMG_0706

Na Islândia existem diversos passeio como caminhar nas geleiras, andar de snowmobile, conhecer os vulcões, blue lagon, conhecer os gêiseres e cachoeiras, comtemplar a visão mais lindo no céu a aurora boreal, entre outros, o que não falta no país são atividades.

A Islândia fica no meio das duas maiores placas tectônicas do mundo, possui a terceira maior geleira do planeta, 130 montanhas vulcânicas,22 vulcões ativos e 250 áreas geotermais. Com sua localização próxima do círculo polar ártico, a quantidade de luz varia absurdamente por estação, no verão você pode ver o sol da meia noite, ótima época para aproveitar o dia, porem fácil perder a noção do tempo com aproximadamente 20 horas de luz por dia, a temperatura média no verão é 13°C.

No inverno a temperatura varia de 2°C a -3°C, o clima não é tão rigoroso, quando comparado a outros países da Europa, porem com um vento bem gelado, estive no início de Outubro, o outono, e estava bem frio.

A capital do país é a charmosa Reykjavík, com suas belas casas com telhados coloridos, com pouco mais de 200 mil habitantes (que representa 2/3 da população do país) é o principal destino e de onde parte as principais excursões da Islândia, uma cidade que aparenta se pacata, porem tem uma vida noturna muito agitada, com diversas casas noturnas e bares animados.

Igreja de Hallgrímur, é uma igreja luterana localizada no centro deReykjavík,a igreja mais alta da Islândia, com 74,5 metros.
Igreja de Hallgrímur, é uma igreja luterana localizada no centro deReykjavík,a igreja mais alta da Islândia, com 74,5 metros.

IMG_0917

Moeda: Coroa islandesa.

Como chegar a Islândia: Não existem voos diretos do Brasil, os voos diretos para a Islândia, partem dos Estados Unidos e de alguns países da Europa. Fomos por Londres com a Iceland Air, excelente companhia aérea, uma das melhores que já voei, a duração do voo é de 3 horas.

Quando ir: Estive na Islândia no início de outubro, peguei bastante frio, sem chuvas, consegui fazer todos passeios que desejava e ainda ver o espetáculo de luzes e cores da aurora boreal.

Os meses recomendados para conhecer o país e aproveitar os passeios é de Junho até início de Outubro. A aurora boreal é bem visível do final de setembro a inicio de abril, principalmente nas noites bem frias e com céu limpo.

Quanto tempo ficar: Fiquei na Islândia 4 dias inteiros e 5 noites, fiz os principais passeios, porem indico uma semana de permanência no país, existem tantos passeio e diferentes paisagens que vale a pena. Eu quero muito voltar para Islândia, tantos lugares lindos que acabou se tornando um dos meus destinos preferidos no mundo!

Onde ficar: Foi bem complicado escolher o hotel em Reykjavík, minha escolha foi o Ok Hotel, localizado na Laugavegur, a principal rua de Reykjavík, com lojas, restaurantes e com um mercado ao lado, quarto espaçoso e com cozinha. Recomendo!

Como se locomover: Alugamos um carro com a Budget valor da diária foi R$180,00(preço bem alto, comprado com outros destinos). Usamos o carro para ir do aeroporto ao hotel, e vice versa, para ir na Blue Lagoon no primeiro dia e durante a noite para passear pela cidade. E os três dias de passeios, fizemos com agências de turismo .Minha dica é alugue o carro se quiser sair à noite pela cidade, pois os passeios são mais seguros e organizado com as agências de viagem.Mas não se assuste os valores são bem mais altos do que o de costume.

IMG_6428

Em Reykjavík, existem diversas agencias de passeios, indico visitar a Icelandic Travel Market, fica bem no centro e lá tem todos os folders, roteiros de todas empresas de turismo do país, e tem um excelente atendimento. Durante minha estadia na Islândia, fiz três passeios com diferentes empresas, pois cada uma tem o melhor para cada tipo de passeio e nessa agencia você tem a oportunidade de reservar tudo de um local só. Vale a pena a visita!

Icelandic Travel Market – www.itm.is

Obs.: Nos próximos post, vou falar dos passeios, as empresas que fiz os passeios e valores.

IMG_6706

 

Carne de tubarão, uma das especialidades da culinária da Islândia.
Carne de tubarão, uma das especialidades da culinária da Islândia.

Uma breve história de nossa chegada a Reykjavík:

Bom foi muito divertida nossa chegada a Reykjavík, chegamos no aeroporto as 23h, alugamos um carro e seguimos para o hotel, a distância do aeroporto ao centro da cidade é 48km, na chegada ao hotel, paramos o carro e fomos fazer o check – in, porém não tinha ninguém na recepção, e a porta do hotel estava trancada, fiquei desesperada hahaaaa, tinha um aviso na porta, que era para apertar a campainha do interfone que alguém te receberia, ai passou 5, 10 minutos, quando finalmente, uma voz surgiu do interfone( eu já estava congelando de frio), perguntaram meu nome e a porta destravou sozinha, hahaaaa, entrando segui para recepção e com o que me deparo, um cofre, sim um cofre, o telefone toca e o rapaz que atendeu o interfone, me passa um código para abrir o cofre, bom sigo as orientações, e lá está a chave e um documento para assinar e trancar no cofre novamente. Até ai tudo bem curioso, entramos no elevador, outro segredo, tinha uma chave para fazer funcionar, bem complicada, demoramos mais 5 minutos, hahaaaa, chegamos no quarto ufaaa finalmente, e ai valeu a pena toda demora, excelente quarto, decoração bem moderna, com cozinha e uma área externa, resumindo eu adorei o hotel, não tive contato com funcionários, porém não tenho reclamações a localização é perfeita, e a cozinha excelente, pois os restaurantes de Reykjavík, são bem caros. Nunca dei tanta risada na chegada em um hotel.

IMG_6707IMG_6708

Continuando a história…….estava louca por um banho, então arrumei as malas e fui, durante meu banho senti um cheiro forte, para ser mais exata de ovo podre, achei que era do ralo, ai fui escovar os dentes e o mesmo cheiro, Eca! Pensei que era problema no hotel, porem no dia seguinte, fomos no Taco Bell, e sim a agua da torneira, também estava com o mesmo odor, quando comentei com os funcionários eles não entenderam, falaram que bebiam a agua da torneira, ficarão até ofendidos. Eca de novo! Resolvi perguntar ao guia do nosso passeio no dia seguinte e ai veio a explicação, o odor é por causa do enxofre presente na água vulcânica da Islândia. A agua no país não é aquecida artificialmente, ela chega naturalmente do subsolo absurdamente quente para o encanamento das cidades, mantendo seu odor natural. Ai descobri que a agua que eles consomem é a agua fria, que vem diretamente das fontes, mas não de origens vulcânicas, é geladinha e mineral e considerada uma das aguas mais puras do mundo, motivo de orgulho da população, tanto que nos mercados quase não tem agua mineral para vender, pois a maioria da população bebe da torneia, a gelada não a quente, logico.

IMG_6719

 

Deixe seu comentário!